Sem categoria

Conheça Amancio Ortega, o bilionário que começou do zero e fundou a Zara

A Zara é uma famosa grife de roupas conhecida pelo conceito de fast fashion. Presente em cerca de 96 países, a grife foi fundada do zero por Amancio Ortega e hoje é uma das marcas mais valiosas do mundo.

Ou seja, Ortega construiu um verdadeiro império no mercado da moda e continua empreendendo até hoje, pois além de dono da Zara, é dono da Inditex, empresa que controla uma série de outras grifes famosas como Massimo Dutti, Bershka e Stradivarius. 

Contudo, diferente dos grandes empreendedores do mundo que se tornaram famosos, como Bill Gates, dono da Microsoft e com Jeff Bezos, dono da Amazon, Ortega prefere se manter no anonimato.

Por isso, conhecer sua história vale a leitura desse artigo, pois o empresário mostra que é possível sair do zero e chegar ao topo com dedicação e uma visão de negócios inovadora e diferente.   

Quem é Amancio Ortega?

De origem espanhola, Amancio Ortega Gaona nasceu no dia 28 de março de 1936, na província de León. Alguns anos depois mudou-se para a cidade de La Coruña com a família, pois seu pai havia mudado de emprego. 

Aos 12 anos de idade, Ortega largou os estudos e começou a trabalhar na camisaria Gala, para ajudar a família que passava por dificuldades financeiras. 

E, tudo começou aqui, pois a experiência adquirida nesse trabalho o levou, anos mais tarde, a fundar a sua própria confecção, que ficou conhecida como GOA Confecciones. 

A pequena confecção funcionava em uma garagem com pouco mais de 80 metros quadrados e era focada na produção de roupões femininos. Aos poucos, o negócio foi crescendo até que, em 1975, a primeira loja Zara foi inaugurada em La Coruña.

Lembrando que, inicialmente, Amancio queria que a loja se chamasse Zorba, mas havia um café na região com o mesmo nome, aí o empresário mudou de ideia e surgiu o nome Zara por dois motivos: a fácil pronúncia e o fato de que Amancio precisaria fazer poucas modificações no letreiro que já havia comprado.

E, o sucesso da marca foi grande desde o início, com várias lojas sendo abertas pela região. Pouco mais de uma década depois da abertura da primeira loja, a Zara se internacionalizou com a abertura de uma loja na cidade do Porto, em Portugal. 

Pouco tempo depois foi a vez de Nova York e Paris receberem as primeiras lojas Zara. Hoje, a marca já está presente em cerca de 96 países ao redor do mundo e conta com mais de duas mil lojas.

Desse modo, o sucesso foi inevitável e Ortega se tornou um dos homens mais ricos do mundo. Em 2015 ele contava com uma fortuna estimada em mais de US$ 79 bilhões e chegou a tomar o posto de homem mais rico do mundo por alguns instantes, após Bill Gates ter feito uma doação bilionária em ações de sua companhia, a Microsoft.

Hoje, apesar de ter perdido esse posto, Amancio Ortega ainda está entre os homens mais ricos do mundo, no ranking da revista Forbes, ocupando a sexta posição (2019) com uma fortuna de, aproximadamente, US$ 63 bilhões.

E pode ser que você nunca tenha ouvido falar de Amancio Ortega, mas pode-se inspirar na história dele e começar a construir sua marca com a Fábrica!

Fast Fashion: o segredo do sucesso da Zara

Você sabe porque a Zara cresceu tanto e se tornou uma grife mundial? Muitos dizem que é por causa do conceito de fast fashion (tradução livre: moda rápida) e como Amancio Ortega trabalhou anos em uma camisaria, desde de cedo ele percebeu que era preciso trabalhar com agilidade se quisesse atender a todos os desejos dos clientes.

Dessa forma, ele desenvolveu uma rotina de trabalho diferente das grifes concorrentes e conseguia levar às últimas tendências da moda para as suas lojas da Zara sempre no menor tempo possível.

Daí que surgiu o conceito de fast fashion, devido a rapidez com que a empresa conseguia produzir e entregar os produtos. 

Para que você possa ter uma ideia, o processo é tão rápido que as novas criações da grife podem chegar às lojas em duas ou três semanas após o lançamento, o que representa cerca de metade do tempo utilizado pelas demais marcas do ramo.

Assim, toda essa agilidade colocou a Zara em uma posição de destaque no mercado e permitiu que ela crescesse de uma forma exponencial ao longo dos anos.

Entretanto, o conceito de fast fashion não é bem visto, pois muitos dizem que usa-se do trabalho escravo para manter a rapidez do processo. Além disso, vale lembrar que a empresa já sofreu acusações sobre manter seus trabalhadores em condições análogas a de trabalho escravo. 

O que podemos aprender com a história de Ortega

Como podemos ver, Ortega não teve medo de começar sua marca. Além disso, ele criou um modelo inovador de vendas que levava com rapidez suas peças aos clientes, diferentes das outras marcas que esperavam a mudança de estação.

Ou seja, ele começou do zero e chegou ao topo porque sabia o que seus clientes queriam e mantinha um produto de qualidade e dentro da moda. 

Então, se você também quer começar sua marca de camisas masculinas, mas não sabe por onde começar, fale com a Fábrica. 

Nós temos mais de 30 anos no mercado de confecção, especificamente, de camisas, e possuímos uma estrutura e equipe altamente qualificada para terceirizar a sua produção. Assim, garantimos o alto padrão de qualidade em todos os produtos.

Além disso, comprando da Fábrica não tem grade fechada e nem pedido mínimo. Quer saber mais? Clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *