Novidades

5 dicas para reduzir impactos em tempos de crise

Diante do cenário econômico desfavorável e incerto que o Brasil vive atualmente, os pequenos e médios negócios enfrentam dificuldades para continuar no mercado. 

Já que a ordem é fechar e as pessoas estão em isolamento social, a 

diminuição das demandas é real e o aumento dos custos também.

Então, caso você é um microempresário e quer saber como reduzir esses impactos é importante para a saúde e sobrevivência do seu negócio, separamos abaixo 5 dicas essenciais para superar tempos de crise.

1 – Controle os custos

Para manter as finanças da empresa saudáveis mesmo em tempos de crise, é importante analisar o orçamento, identificar as maiores despesas e verificar quais contas podem ser reduzidas e como.

Nesse momento, pequenas mudanças podem gerar grandes resultados.

2 – Identifique novas oportunidades

Capacidade de adaptação é lei em tempos de crise. Pois os mercados estão cada vez mais voláteis e as empresas que se prendem as velhas formas e querem continuar fazendo tudo do mesmo jeito de antes vão ficar para trás ou, pior, serem extintas.

Assim, para sobreviver e até mesmo crescer em um momento de crise, é importante entender o momento atual, identificar demandas e analisar onde é preciso mudar para crescer, seja em termos de processo, perfil de equipe ou até mesmo área de negócio que você atua.

Desse modo, de acordo com o cenário que enfrentamos é de extrema importância começar a usar as ferramentas digitais, já que as pessoas estão reclusas em casa. Além disso, investir em sistemas de delivery e venda online é o mais indicado.

Ou seja, transformar a crise em oportunidade é a saída para fazer com que a sua empresa se mantenha e continue no mercado. 

3 – Avalie o mercado

A primeira pergunta que você deve-se fazer é: o que sua empresa pode oferecer que está sendo demandado no momento? É vender online? É fazer entregas via delivery?

Levantando o real cenário da economia e do comércio, você consegue enxergar maneiras de se adaptar. É necessário também estar atento para o que os clientes desejam. 

4 – Foque na produtividade

Quando falamos de produtividade, não quer dizer que você precisa aumentar a produção, mas sim melhorar a eficiência no processo de trabalho. 

Porque, você agora vai ter que conseguir fazer o mesmo com menos tempo e recursos, o que consequentemente diminuirá seus custos, por isso, a pedida é aperfeiçoar o tempo.

Caso haja aumento de demanda, aumente proporcionalmente sua produção para não se perder no meio do caminho e acabar se endividando.

5 – Negocie com seus fornecedores

Com a queda do faturamento, você vai precisar negociar com seus fornecedores um melhor prazo para cumprir seus compromissos. Essa negociação pode trazer o fôlego necessário para manter em dia aqueles gastos e despesas que não podem ser adiados.

Enfrentar a crise não é fácil, mas é possível. Fique atento às mudanças do mercado e não exite em se adaptar às demandas do momentos. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *